Catarata

O que é Catarata?
Todos nós temos uma lente dentro do olho com a qual nascemos que se chama cristalino. Para enxergarmos com nitidez esta nossa lente, o cristalino, tem de ser transparente. Quando o cristalino perde a transparência e fica opaco, chamamos isto de catarata. A visão fica embaçada, com se houvesse uma nuvem.
O que causa a catarata?
A catarata, que nada mais é do que perda da transparência do cristalino, nossa lente natural do olho, ocorre por diversos motivos. O mais comum é o processo de envelhecimento normal, que acontece com a idade. Algumas doenças também podem causar catarata, sendo a mais frequente o diabetes.
Qual o tratamento da catarata?
O único tratamento efetivo é a cirurgia. Colírios ou medicamentos não resolvem. Óculos também pouco ajudam. Operar é a solução segura.
Como é a cirurgia?
A cirurgia de catarata é um procedimento totalmente ambulatorial. O paciente entra caminhando, faz a cirurgia e sai caminhando. Sem internação. A anestesia é local, apenas nos olhos e na maioria dos casos é feita apenas com pomada anestésica, sem necessidade de agulhas ou injeções. A cirurgia é rápida, dura em média 15 minutos e, na maioria dos casos, não precisa nem usar curativo. O paciente sai do centro cirúrgico com os olhos abertos, já enxergando. Isto é possível porque dispomos de uma técnica muito avançada para a cirurgia de catarata que é feita por ultrassom, com o qual desmanchamos e aspiramos o cristalino doente. A incisão é de apenas três milímetros e totalmente sem pontos.
Como é a recuperação?
Nos casos bem sucedidos a recuperação é praticamente imediata, em poucas horas o paciente já desfruta de uma boa visão. Não existe dor alguma no pós-operatório e é necessário apenas pingar um ou dois colírios por certo período. O paciente pode voltar as suas atividades habituais, como dirigir e ver televisão, em dois a três dias. Também, não existe restrição às atividades físicas e trabalhos caseiros, que podem ser feitos normalmente, com moderação, já no dia seguinte à cirurgia.
Quando está indicada a cirurgia de catarata?
A cirurgia deve ser o mais precoce possível, assim que for feito o diagnóstico, pois quando a catarata está ainda na fase inicial, a cirurgia é mais rápida e segura, com menos complicações. Não se deve deixar a catarata avançar ou amadurecer, pois uma catarata muito avançada ou madura terá uma cirurgia mais longa, mais difícil e com risco maior de complicações.
Existem riscos de complicações?
Existem sim, como em qualquer cirurgia, mas eles são pequenos. Com a técnica cirúrgica que usamos, chamada facoemulsificação, que é a mais moderna e segura, o risco é de apenas dois por cento, ou seja, de cada 100 olhos operados, 98 são bem sucedidos e totalmente sem complicações. E nos raros casos em que existem complicações, o nosso Hospital tem a melhor estrutura do interior do Rio Grande do Sul para tratar com sucesso as mesmas.
Porque é colocada uma lente dentro do olho na cirurgia de catarata?
Como explicamos antes, a catarata é a perda de transparência da nossa lente natural do olho, o cristalino. Durante a cirurgia este cristalino, ou seja, a nossa lente do olho, é retirada, pois está doente. Precisamos então colocar um novo cristalino, um cristalino artificial, ao qual chamamos de lente intraocular. Este novo cristalino, a lente intraocular, é que vai devolver e determinar a qualidade da visão do paciente por toda a vida. Por isso que é importante usarmos lentes de boa qualidade, até porque, uma vez colocada a lente dentro do olho, ela é para sempre, não dá para trocar, como se faz com um óculos que não está bom.
Qual a duração das lente intraoculares?
Uma vez colocadas, essas lentes duram para sempre, para toda vida.
Por que os pacientes que fazem cirurgia de catarata não precisam mais usar óculos?
Isto ocorre porque quando colocamos a lente dentro do olho calculamos o grau desta lente de forma a deixar o grau do olho o mais próximo possível de zero. Desta forma, a cirurgia, além de curar a catarata, na maioria dos casos também corrige o grau, eliminando a dependência de óculos. Quando usamos lentes monofocais corrigimos o grau de longe e o paciente precisará de óculos apenas para leitura. Quando usamos lentes multifocais, corrigimos o grau de longe e o de perto e o paciente não vai precisar de óculos para mais nada, nem para leitura.
Então vale a pena operar a catarata?
Com certeza! É uma cirurgia muito rápida e tranquila para o paciente. A recuperação é praticamente imediata e, além de melhorar a visão, também existe a possibilidade de eliminar a necessidade de óculos, ou seja, o ganho é duplo. A grande maioria dos pacientes operados fica muito satisfeita com o resultado.
Quais os cuidados que devem ser tomados para operar a catarata?
Em primeiro lugar escolher um local com boa estrutura, bem equipado, que tenha um atendimento de alto nível. Também escolher um profissional experiente e renomado, do qual você tenha boas referências. Lembre-se, a cirurgia de catarata, embora rápida e tranquila, é uma cirurgia delicada e de detalhes. Uma cirurgia de catarata feita sem cuidado e com mau resultado é difícil de consertar, por isso a escolha do local e do profissional que vai fazer a cirurgia deve ser criteriosa, pois deles depende o resultado.